Na sexta-feira, Weinstock disse que estava pensando na possibilidade de processar Roberge e ficou irritado por não ter tido nenhuma desculpa real do ministro até agora, mas simplesmente “lamenta”.